Revista Alternativa

Oscar Tabaréu com Colbert e Jerônimo na Micareta de Feira

Colbert convidou Jeronimo para entregarem a chave da cidade ao Rei Momo – Foto: Kleber Lobo/Bahia Notícias

Oscar Marques (foto -arquivo biblioteca Municipal) foi um dos fundadores do MDB em Feira de Santana no tempo da ditadura militar.  Chegou a ser deputado estadual. Era uma figura popular, expansiva, muito querida na cidade. Quando Modezil Cerqueira criou a revista ‘Hoje’, época da empolgação feirense com  João Durval governador, uma das edições trouxe uma reportagem abordando as consequências de JD no governo sobre o barco fragilizado do  MDB de Pinto, de Hosannah, Colbert,  de José Falcão e além desses e outros, incluídos na densa matéria, estava lá um boxe especial com ele, Oscar Tabaréu, como era assim chamado,  entrevistado e fotografado na “Casa da Torre”, onde morava. A Casa da Torre era um palacete erguido ali defronte ao ‘Arnold Silva Plaza’, na nossa mutante avenida Senhor dos Passos. Oscar era fazendeiro, comerciante, foi dono do famoso cassino “Irajá”, consolidado no imaginário da cidade com a ajuda jornalística de Zé Coió em seu jornal Noite&Dia, depois festivamente homenageado com uma cerveja artesanal de alta qualidade. O Cassino Irajá era um bordel de luxo. Feira sempre teve muitos bordéis. No livro do escritor canadense Sergio Kokis , “A Casa dos Espelhos”, o narrador faz essa constatação num cenário da década de 60 do século passado, exatamente no auge dos cassinos e bordéis da Feira . “Há muitas ruas de bordéis. O que escolhemos tem a aparência de um bar aberto, com uma pista de dança e cadeiras ao ar livre, cheio de moças que conversam como passarinhos”.

Girlanio Guirra, jornalista criador do Troféu “Oscar Marques” Folia que homenageia os destaques da Micareta, lei municipal 77/2005

Oscar  teve também uma ligação muito forte com a Micareta. Fazia uma festa micaretesca na casa dele para a imprensa e convidados, geralmente políticos. Há muitas fotos dessa festa muito badalada até meados da década de 80. Vai daí que  Girlânio Guirra, que toca a mesma toada micaretesca e a Revista Alternativa que é um dos sustentáculos midiáticos dessa festa grandiosa,  criou com o nome dele – Oscar –  um troféu e uma solenidade de entrega do troféu ‘OSCAR  FOLIA’  –  dedicado aos “melhores” da grande festa de Feira,  que este ano será entregue no dia 31 deste mês, muito provavelmente com a presença do prefeito Colbert Filho (MDB) e do governador Jerônimo Rodrigues (PT), protagonizando  um novo encontro,  institucional,  igualmente movido pelo sucesso da Micareta de Feira.

Fonte: Blog da Feira: https://blogdafeira.com.br/

Noticias Recentes

VACINAÇÃO

Bahia registra avanço na cobertura vacinal do calendário infantil em 2023 Os destaques são para

Ler mais »