Revista Alternativa

Estudantes feirenses são convidados a integrarem delegação brasileira para evento internacional de Matemática

Alunos e educadores de Feira de Santana foram convidados a participarem do International Talent Mathematics Contest (ITCM 2023 – Concurso Internacional de Talentos da Matemática) por conta do desempenho das equipes que integraram na Olimpíada Internacional Mathématiques Sans Frontières (OIMSF 2022 – Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras). O ITCM será realizado em Bangkok, capital da Tailândia, país asiático, de 25 de fevereiro a 1º de março de 2023.
 
Na OIMSF, realizada de modo coletivo e neste ano de 2022, conquistaram medalhas as seguintes turmas: Categoria Nacional – Ouro, 5° ano E; Prata, 9° B; e Bronze, 6° C, 7° C e 8° B. Categoria Regional/Nordeste – Ouro, 5° E e 9° B; e Prata, 6° C, 7° C e 8° B. Integrante do 5º ano E, turma que conquistou duas medalhas de Ouro, João Lucas Pereira disse que, com o resultado, está mais motivado em aprender Matemática e participar de outras competições de conhecimento.
 
Davi Diogo Júnior, 9º ano B, classe que obteve medalhas de Ouro e Prata, contou sobre a preparação para disputar. “Ao longo das aulas professora Jacyara sempre trazia questões para nos prepararmos para essa e outras competições. Nos sentimos seguros no momento da prova, pois tínhamos uns aos outros [colegas]”, declarou. Arthur Almeida, 6º C, turma que conquistou medalhas de Prata e Bronze, afirmou que o resultado era esperado, pois a classe dele costuma ter desempenho positivo em Matemática.
 
Estudante do 7º C, turma que também obteve medalhas de Prata e Bronze, Daniel Silva destacou fator determinante para essas conquistas. “Eu e meus colegas nos unimos… cooperamos em equipe”, disse. Luiz Henrique Silva, 8º B, classe medalhista de Prata e Bronze, enfatizou a ideia de Daniel. “Além de exercitarmos cálculos matemáticos, também melhoramos nossa maneira de resolvermos situações em grupo. A Matemática Sem Fronteiras foi além de resolver questões, também integrou minha turma como um todo”, destacou.
 
Professor Brunno Dantas, que acompanhou classes do 6º e 7º anos na competição, informou que “a Mathématiques Sans Frontières [MSF] foi criada em 1990, sendo organizada por associação com sede em Estrasburgo, na França. Estudantes participaram da seção brasileira da disputa”. No Brasil, a MSF é organizada pela Rede POC (Programa de Olimpíadas do Conhecimento), programa de intercâmbio científico que objetiva estimular estudantes a se interessarem pela inovação, ciência e tecnologia, conforme educadora que orientou turmas do 8º e 9º anos, Jacyara Dourado. 
 
Professora Gessilene Santos, que acompanhou o 5º ano, acrescentou que outros objetivos são “promover interesse pelo trabalho cooperativo e pela Matemática”. O resultado da OIMSF 2022 foi divulgado em 22 de novembro. Estudantes e professores são da Escola João Paulo I.
 
Imagem: João Lucas Pereira (e), Davi Diogo Júnior (c) e Arthur Almeida (d); Daniel Silva (e) e Luiz Henrique Silva (d).
Noticias Recentes

VACINAÇÃO

Bahia registra avanço na cobertura vacinal do calendário infantil em 2023 Os destaques são para

Ler mais »