Revista Alternativa

Colbert Martins Filho recebe alunos da Escola João Paulo I (JPI) no Paço Municipal – Feira de Santana 190 Anos

190 anos de Feira: Crianças iniciam Expedição Histórica cantando na Prefeitura

Os 190 anos de Feira de Santana, celebrados nesta segunda-feira (18), têm significado a mais para estudantes do 3º ano, que homenagearam a cidade cantando nas escadarias da Prefeitura Municipal, momento que teve presenças das suas famílias e, entre as autoridades políticas, a do prefeito Colbert Martins Filho. Com a apresentação, alunos iniciaram uma Expedição Histórica, que integra o tradicional projeto Vivendo Feira Ontem, Hoje e Sempre, desenvolvido pela Escola João Paulo I (JPI).

“Crianças estudam desde a origem do município até uma projeção futura de Feira de Santana. O projeto trabalha cultura, identidade, valores, pertencimento e, acima de tudo, o desejo de construir uma cidade melhor fazendo parte dela, conhecendo seus monumentos, espaços…”, declarou a integrante da coordenação pedagógica JPI, professora Karine Oliveira. Ela acrescentou que o Vivendo Feira envolve componentes curriculares de Geografia, História e Língua Portuguesa.

O casal Domingos Barbosa de Araújo e Ana Brandoa, dono da Fazenda Sant’Anna dos Olhos d’Água, onde iniciou a história feirense, foi representado por Enzo Cerqueira e Maísa da Paixão, que inclusive contaram um pouco da trajetória local. Ansiosos por desbravarem o município através da Expedição Histórica, ele disse ter curtido interpretar um personagem importante e ela destacou que os ensaios contribuíram para se apresentarem bem.

Junto com os colegas, eles também cantaram o Hino a Feira, de Georgina Erismann; Todos os caminhos levam a Feira de Santana, de Carlos Pitta; e Brasil Feirense, de Célia Zaiin, que estava presente e caracterizada de Maria Quitéria, heroína feirense. O músico Pititiu acompanhou estudantes com seu violão e Jaldo Rodrigues cantou o Pai Nosso, um momento de oração pela cidade. O prefeito Colbert Martins Filho parabenizou as crianças pela apresentação e disse que deseja continuar vendo estudantes JPI cantando na Prefeitura todos os anos, mas em especial no ano de 2033, quando Feira de Santana completa 200 anos.

Expedição Histórica

Na ação, estudantes, acompanhados pelas professoras, visitam distritos de Tiquaruçu e Humildes, onde identificam permanências e mudanças ocorridas ao longo do tempo nesses locais. Eles também visitam pontos históricos, a exemplo do Casarão Fróes da Motta e do Mercado de Arte Popular (MAP), além do Parque da Lagoa Radialista Erivaldo Cerqueira, no bairro Baraúnas. Vivenciando Feira de Santana e refletindo sobre ela, crianças também compreendem a importância do resgate e da preservação das origens locais.

Noticias Recentes

VACINAÇÃO

Bahia registra avanço na cobertura vacinal do calendário infantil em 2023 Os destaques são para

Ler mais »