Revista Alternativa

Mariana Aydar e Elba Ramalho enaltecem preservação da cultura e natureza em “Quadrado Vivo”, canção composta por Nizan Guanaes

“Quadrado Vivo” é um canto pela preservação da cultura e natureza nos paraísos naturais, como Trancoso, que ano após ano sofre com a exploração desenfreada de suas maiores riquezas. A composição feita por Nizan Guanaes traz as vozes de Mariana Aydar e Elba Ramalho.
Ouça aqui: https://links.altafonte.com/quadradovivo
Um forró contagiante produzido por Duani, com a potência da sanfona de Cosme Viera e a leveza da flauta de Fábio Luna. Ritmo que representa tanto a cidade e que a cada dia fica mais difícil de ouvir pelas ruas do distrito, o Forró também é uma espécie em extinção.
Mariana, Elba e Nizan não estão juntos no projeto à toa, os três possuem uma forte ligação com o local e a comunidade, e entoam em “Quadrado Vivo” um chamado que une pessoas diversas com um objetivo em comum.

“Um dia o Nizan me ligou dizendo que tinha uma música que ele queria que eu cantasse, era um forró e me mostrou essa composição, eu me apaixonei de primeira, adoro ele compondo e muita gente não sabe esse lado talentoso dele. Uma música que carrega uma bandeira importante de se levantar, a preservação da natureza e da cultura local de Trancoso, terra que sou profundamente apaixonada e tenho acompanhado toda a transformação. Uma região que frequento desde 1995, onde me renovo, me reconecto, tenho amigos pra vida toda, coloco meu pé no chão”, explica Mariana Aydar.
A soma de Elba Ramalho foi inerente na canção, importante nome da música brasileira, nordestina e do forró, é também madrinha de Mariana e possui profunda conexão com a região.
“É uma relação de muita cumplicidade.  Eu amo Trancoso e me sinto acolhida por Trancoso.                                       
São mais de 35 anos de integração com a comunidade, sou madrinha de muitas crianças, batizei muita gente lá na Igrejinha, me sinto parte da comunidade. Vi toda uma geração crescer, acompanhei as felicidades e tristezas de muitos nativos que são amigos queridos. Definitivamente, um caso de amor. Precisamos preservar e eternizar as coisas boas de Trancoso. Uma alegria participar do projeto”, celebra Elba.
A cantora ainda comenta sobre sua relação com Mariana: “Acima de tudo, a Mari é uma amiga querida.  Mais do que apaixonadas pela música, pelo forró, somos amigas e já passamos por algumas aventuras em Trancoso.  Na minha trajetória, eu tive que ser guerreira, assim como Marinês foi para cantar forró em um ambiente masculino; a Mari também tem esse espírito ousado e desafiador. Um orgulho ter contribuído de alguma maneira com a formação dela como artista.”

Surgiu então a ideia de um clipe, e o cenário não poderia ser outro. Mais do que mostrar a natureza como pano de fundo, as artistas e Nizan queriam transpor no vídeo, o que eles próprios sentiam e enxergavam, e não havia outro modo, se não trazendo os personagens da vida real para o clipe. Figuras que representam a cultura daquela região. São eles que dão vida àquele Quadrado.
Assista aqui: https://www.youtube.com/watch?v=c5UqDR4469U&ab_channel=MarianaAydar
Foi nesse espírito que nasceu a música pelas mãos de Nizan Guanaes, que comenta:  “No último ano eu fiquei 60 dias trabalhando de Trancoso. Eu andava na praia e pensava da importância de cuidar de tudo aquilo, sabe? Como é preciso ter um coração de nativo. Então, essa música foi tomando conta de mim. A beleza do mar, a beleza do rio e ao mesmo tempo o rio verde já ficando poluído. Quando chega gente de fora, chega coisas boas, como investimento e emprego, mas também vai chegando o problema. Então, os nativos, as pessoas raízes de Trancoso que nasceram lá ou as pessoas como eu que Trancoso nasceu em mim precisam cuidar da cidade. Eu conheço a Mariana desde que ela era pequena. Foi natural fazer um forró para lembrar a época do Loucos e do Para Raio, lugares de forró em Trancoso, porque na minha cabeça, Trancoso é forró. E eu gostaria muito que essa música através da Mariana Aydar e da Elba, que é a cara e a alma de Trancoso. Elba mora em Trancoso e Trancoso mora em Elba. É daí que tudo isso vem, de uma relação meio carnal com Trancoso. É o lugar do mundo em que eu mais me fortaleço, recarrega a minha alma”.
O clipe, que contou com o Diretor de Fotografia Azul Serra e com o produtor Raphael Bottino, reveza cenas de Mariana e Elba interpretando a canção, com os nativos. No vídeo pedem a São João, padroeiro de Trancoso, a devida proteção que a cidade precisa; e quem vêm representando São João é Sr. Bernardo, benzedeiro de Trancoso, que infelizmente acabou falecendo de Covid durante a pandemia e hoje abençoa Trancoso como um verdadeiro santo.

AZUL SERRA
Diretor de Fotografia, Azul Serra foi considerado um dos 10 cinematógrafos para ficar de olho em 2020 pela revista Variety.
Sua trajetória como DF é iniciada em 2006, depois de se formar em Cinema pela FAAP. Em 2012 fez um mestrado de Fotojornalismo e Fotografia Documental no London College of Communication. Cobriu como cinegrafista, durante anos, “Breaking News” em zonas de conflito e eventos internacionais. Hoje fotografa longas, séries, comerciais, documentários, clipes e vídeo dança.  www.azulserra.com
RAPHAEL BOTTINO
Formado em Direito, Raphael trabalha com produção audiovisual desde 2004. É produtor do documentário Cidade Cinza (2013) além de conduzir como diretor, produtor e produtor executivo o documentário A Viagem de Yoani (2015). Foi gerente executivo na Damasco Filmes e na Barry Company, onde atuou como produtor executivo do filme Paratodos (2016).
Com experiência em projetos no Brasil bem como em países como EUA. Canadá, Cuba, Holanda, Jamaica, Porto Rico, Nigéria e Etiópia, produziu clipes nacionais e estrangeiros, branded content para grandes marcas, projetos documentais relevantes canais. É produtor executivo da 2ª temporada da premiada série Quebrando o Tabu (2019) e da série Sociedade do Cansaço (2021) ambas produzidas pela Spray Filmes para o GNT. Em 2022 foi diretor de produção da série The Beat Diaspora, produzida por My Mama Entertainment para o canal do Kondzilla no Youtube e produtor de campo do podcast original Globoplay Pico dos Marins: O caso do escoteiro Marco Aurélio, produzido por Trovão Mídia.
MARIANA AYDAR
Ganhadora do Grammy Latino 2020 na categoria de Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa com “Veia Nordestina”, Mariana Aydar tem cinco discos de estúdio e um documentário lançado. Atualmente presente na trilha sonora da novela “Travessia”, na TV Globo, com a música “Espumas ao Vento”, a cantora e compositora paulistana alia elementos e ritmos contemporâneos as suas raízes do forro.
A paixão pela cultura do Nordeste nasceu na infância, no colo de Luiz Gonzaga, percorreu a juventude como backing vocal de Daniela Mercury nos carnavais de Salvador, passou por muitas casas de forró com sua antiga banda Caruá e pautou sua estreia como diretora de cinema – ao lado de Joaquim Castro e Dudu Nazarian – no filme. Considerada um elo entre o novo e o tradicional, a cantora lançou-se sem medo às novas experiências, retomando suas origens forrozeiras e voltando a ser uma compositora atuante. Com músicas que mostram a força e liberdade de escolha das mulheres, quebrando pensamentos conservadores e patriarcais, Mariana Aydar se consolida como uma voz atual e necessária para a música brasileira.
 
NIZAN GUANAES
CEO da N Ideias, Nizan Guanaes é hoje estrategista de comunicação das principais marcas do Brasil.Um dos 5 brasileiros mais influentes do mundo, segundo o Financial Times, Nizan é embaixador Global da UNESCO e colunista do jornal Valor Econômico.
Nizan revolucionou a propaganda brasileira com a lendária DM9, na década de 1990. Nos anos 2000, com a Africa, redesenhou o modelo da agência de publicidade. E construiu a primeira grande holding de propaganda e marketing do país, colocando o Grupo ABC entre os 20 maiores do mundo. A venda da DM9, anunciada pelo New York Times, e o deal do Grupo ABC com a Omnicom foram as duas maiores transações do mercado publicitário brasileiro, consagrando Nizan também como empreendedor.
Nizan recebeu a maior comenda nacional, A Ordem do Rio Branco, pelos serviços prestados ao país na área empresarial e social. Maratonista e triatleta, já no quilometro 64 da vida, Nizan Guanaes voltou a estudar em Harvard, apoia intensamente o empreendedorismo social brasileiro e investe em startups. Escreveu com o Dr. Arthur Guerra o livro “Você Aguenta Ser Feliz?” (Editora Sextante), que entrou na lista de best-sellers do jornal O Globo.
 
Mais fotos: https://we.tl/t-H6Mh9Rvyoz
Noticias Recentes

VACINAÇÃO

Bahia registra avanço na cobertura vacinal do calendário infantil em 2023 Os destaques são para

Ler mais »