REVISTA ALTERNATIVA ONLINE
A FAMÍLIA DE SOBRENOME SUCESSO!
 
TWITER - FACEBOOK - EMAIL - FANPAGE
 
 
Por que o Atlético comemora títulos no Neptuno de Madrid?
 
 

 
Quando a Fonte de Neptuno foi construída no centro de Madrid em 1786, ninguém sabia que alguns séculos mais tarde se tornaria o ponto de encontro dos torcedores do Atlético de Madrid após cada vitória importante e/ou conquista de troféus. Hoje, quando o clube Colchonero garante um título expressivo, seus fãs se reúnem na fonte para ver os jogadores ‘embrulharem’ um lenço ou bandeira do clube no pescoço do deus do mar.
 
Devido às circunstâncias únicas da crise do coronavírus, tal encontro não foi possível quando o Atlético de Madrid garantiu seu 11º título da LaLiga, ao final desta temporada 2020/2021. Mas todos os outros títulos dos Colchoneros, desde o início da década de 1990, foram brindados com uma festa na frente do deus grego. No entanto, nem sempre foi assim, e esta é uma história curiosa e não muito popular.
 
Antes disso, pequenos grupos de torcedores do Atlético e do Real Madrid tinham visitado a Plaza de Cibeles em diferentes ocasiões para festejar grandes sucessos, muito provavelmente devido à sua localização central. Na verdade, por mais difícil que seja de acreditar hoje, é amplamente aceito que o primeiro exemplo de tal comemoração aconteceu depois que o Atleti venceu a final da Copa dos Vencedores das Copas de 1961/62 contra a Fiorentina, diante de torcedores de clubes da capital e da seleção espanhola que se reuniram na fonte para outras vitórias importantes nos anos seguintes.
 
No entanto, foi durante a década de 1980, e a era de domínio para a chamada equipe ‘Quinta del Buitre’ do Real Madrid, que celebrar em Cibeles se consolidou como uma tradição exclusiva do Real Madrid. Eles certamente comemoraram muito, ganhando cinco títulos consecutivos da LaLiga Santander entre 1985 e 1990.
 
A seca de troféus do Atleti na década de 1980 e o "vício" do Real Madrid pelas conquistas fizeram da deusa Cibeles uma madridista vitalícia. Quando o Rojiblanco começou a ganhar novamente, com dois triunfos da Copa do Rei (em 1991 e 1992), seus fãs decidiram mover suas comemorações 500 metros abaixo do Paseo del Prado - para Neptuno, a "Fonte de Netuno". Deixando, assim, Cibeles exclusivamente para Los Blancos .
 
Quando o Atlético de Madrid comemora em Neptuno, são os capitães que têm a honra de vestir o deus com as cores do clube depois de uma grande vitória. E curiosamente Koke, embora já tivesse conquistado sete títulos com o Atleti anteriormente, ainda não tinha visitado Neptuno como primeiro capitão.
 
Nas últimas comemorações lá, depois de vencer a LaLiga Santander em 2014 e a Liga Europa em 2018, Gabi e Simeone deixaram alguns discursos memoráveis ​​que os torcedores Colchoneros nunca mais esqueceram. Por exemplo, foi quando o treinador argentino pronunciou seu já famoso slogan: "Se você acredita e trabalha, você pode". Agora será a vez de Koke, seja em Netuno ou onde, por motivos sanitários, seja possível.
 
Atlético de Madrid em números:
 

 
1 - O Atleti foi o primeiro clube a vencer a Liga Europa no formato atual (2010);
 
2 - O clube conquistou a única dobradinha de sua história, com as conquistas da LaLiga e da Copa do Rei, em 1995/1996;
 
8 - O técnico Diego Simeone conquistou oito troféus desde que assumiu o cargo de técnico do Atleti em 2011;
 
21 - O clube conquistou 11 títulos da LaLiga e 10 da Copa do Rei ao longo de sua história;
 
173 - O ex-técnico da Espanha, Luis Aragonés, é o maior artilheiro da história do Atleti com 173 bolas na rede;
 
338 - A impressionante bandeira do clube fora do estádio Wanda Metropolitano tem uma área de 338m², tornando-se a maior bandeira de toda a Espanha (foto);
 
550 - É o número de jogos disputados por Adelardo Rodriguez com as cores do clube, tido como o melhor jogador de todos os tempos do Atleti.
 
1903 - O clube foi fundado por um grupo de estudantes há 118 anos, em 1903;
 
1962 - O Atleti conquistou seu primeiro título europeu, a Taça das Taças, em 1962;
 
67.829 - O novo estádio Wanda Metropolitano, de última geração, foi inaugurado em 2017 e acomoda 67.829 torcedores, tornando-o o terceiro maior da LaLiga.
 

 
Não é só Futebol. É LaLiga.
 
 
     
     
TWITTER : twitter.com/RAlternativa    
FANPAGES : facebook.com/revistaalternativa.bahiabrasil facebook.com/trofeuoscarfolia  
E-MAILS : gguirra90@gmail.com    
ZAP : (75) 99155 9399    
     
Jesus com a Gente!