REVISTA ALTERNATIVA
A FAMÍLIA DE SOBRENOME SUCESSO!
 
TWITER - FACEBOOK - EMAIL - FANPAGE
 
 
Silicones fazem a diferença nos filtros solares
 
 

Dentre muitos benefícios, os silicones permitem espalhar o protetor solar com facilidade na pele e são capazes de repelir a água

 

Com a chegada da estação mais quente do ano aumenta a procura por protetores solares, a fim de se evitar os efeitos nocivos do Sol na pele humana. O uso diário e contínuo de filtro solar é altamente recomendado, pois em sua composição há diferentes ingredientes capazes de atenuar os efeitos das radiações ultravioletas UVA e UVB, gerando uma barreira protetiva que diminui o risco de doenças, como o melanoma ou câncer de pele.

Apesar da importância do uso diário de filtros solares, ainda há muita resistência por parte dos consumidores em utilizá-lo.  Mas essa resistência vem diminuindo com o surgimento de novas tecnologias que contribuem para deixar o produto mais agradável à pele e aos sentidos.  Neste aspecto, os silicones ganham cada vez mais o apreço dos consumidores. Engana-se quem pensa que o silicone é uma molécula única. Existem centenas de tipos de moléculas diferentes de silicones no mercado de beleza e cuidados pessoais que trazem benefícios às pessoas.

Nos filtros solares, são os silicones, chamados formadores de filme,  que tornam o produto mais resistente à água e ao suor, com alta durabilidade na pele. Além disso, produtos de silicone conferem alta espalhabilidade e toque seco, eliminando de uma vez por todas a sensação oleosa e pegajosa dos protetores solares convencionais.

Alguns silicones possuem uma estrutura capaz de difratar a luz e, como consequência, disfarçam imperfeições da pele por um tempo determinado. Este tipo de estrutura também tem a função de absorver a oleosidade e suor da pele, deixando a mesma com um toque seco, aveludado e extremamente agradável.

A versatilidade dos silicones também permite o desenvolvimento de protetores solares em diversas apresentações e diferentes usos, possibilitando a inovação neste mercado. Sprays, cremes, géis, aerossóis, pastas, bastões, protetores labiais e pós-sol são alguns dos formatos existentes. Estudos mostram que alguns tipos de silicones podem atuar em conjunto com os filtros solares físicos e químicos presentes nas formulações, potencializando o fator de proteção solar, o conhecido FPS que aparece nos rótulos.

Não há restrição de idade para uso de protetores solares que contém silicones em sua composição. Os silicones são moléculas completamente seguras e não reativas, que não causam dano à pele humana.

A partir da conscientização da população sobre a necessidade de usar filtros solares na prevenção do câncer de pele, novos desenvolvimentos e tendências são vistos a cada dia.

 
# REVISTA
 
     
     
TWITTER : twitter.com/RAlternativa    
FANPAGES : facebook.com/revistaalternativa.bahiabrasil facebook.com/trofeuoscarfolia  
E-MAILS : gguirra90@gmail.com    
ZAP : (75) 99155 9399    
     
Jesus com a Gente!